Países Muçulmanos: O que toda mulher precisa saber

compartilhe e comente:

 Os países muçulmanos têm uma das culturas mais ricas e fascinantes desse mundo. Apesar de serem destinos muito intrigantes, sobretudo para nós mulheres, se você já visitou ou viveu num país islâmico, provavelmente percebeu uma comunidade cheia de compaixão, bondade e hospitalidade, mas algumas coisas são importantes de toda mulher saber antes de visitar países com essa cultura.

A melhor maneira de entender uma cultura é conhecê-la de perto. Como há muita religião e cultura misturadas às vezes é mais difícil distinguir quais são as regras de comportamentos “aceitáveis”.

Aqui listamos as principais coisas observadas durante nossas viagens para te ajudar a não sofrer um choque cultural tão grande e evitar constrangimentos desnecessários.

  1. Dress Code: Vista-se modestamente, leia-se: É difícil errar com uma saia midi, calça, blusa com mangas, o peito coberto e um lenço a mão. Nos meses quente, vestidos midi ou maxi são fresquinhos e confortáveis. Evite também roupas muito chamativas, a maioria das mulheres usa tons escuros.

  2. Biquínis: Você pode usar um biquíni na praia? Veja como as locais se vestem e leve em consideração onde você está. Geralmente, é aceitável vestir biquínis em piscinas ou praias privadas, normalmente na área turística da cidade e em resorts/hotéis. Nas praias públicas, no entanto, você pode se sentir desconfortável. Trazer camisas e shorts confortáveis para nadar é uma opção, ter um maiô inteiro é uma boa ideias também.

  3. Mesquitas: As regras da modéstia mudam um pouco mais quando você entra em um desses locais de culto a religião. As mulheres devem cobrir o corpo com saias longas ou calças e blusas mangas compridas, além de de um lenço para cobrir a cabeça. É obrigatório retirar os sapatos, se puder use meias. Importante: Respeite os lugares sagrados enquanto estiver tirando fotos.

  4. Absorvetes e métodos contraceptivos: Comprar absorventes pode ser um tanto constrangedor – e difícil de encontrar – se você não estiver numa cidade grande. O mesmo vale para métodos contraceptivos, o melhor a se fazer é levar o seu.

  5. Afeto em público: As normas culturais de trocar carinho em público são diferentes em cada país. Em alguns deles é permitido dar as mão e em outros isso é considerado ofensivo. Portanto, pesquise sobre esse tópico antes de viajar.

  6. Interação com muçulmanos: Certas regras de interação existem entre muçulmanos, especialmente com pessoas do sexo oposto. Os muçulmanos não apertam as mãos ou abraçam pessoas do sexo oposto, principalmente estranhos.

  7. Dividir quarto de Hotel: É considerado impróprio que dois muçulmanos solteiros de sexos opostos compartilhem um quarto de hotel. Enquanto países como Bangladesh podem desaprovar se casais solteiros dividem um quarto, independentemente da religião. Na Indonésia isso não é um probelma. Os habitantes locais geralmente assumem que, se você está viajando com um homem é porque é casada com ele. Em geral, raramente isso é um probelma problema em grandes hotéis, mas pode ser em cidades pequenas.

  8. Halal Food: Halal significa “permitido”. Os muçulmanos não comem carne de porco e não bebem álcool. O termo refere-se à maneira como a carne é produzida, assim como preparada.

  9. Bebidas alcoólicas: Os muçulmanos podem não beber, mas costumam ser receptivos aos turistas que o fazem. O álcool é facilmente encontrado em áreas turísticas e partes da cidade com maioria não-muçulmana. Por exemplo, o Egito e a Jordânia até fabricam sua própria cerveja. Em países multiétnicos e multirreligiosos, como Malásia e Indonésia, bebidas alcoólicas podem ser encontrado em muitos bares, restaurantes e hotéis e são consumidas abertamente, embora não pela população muçulmana local.

  10. Bares e baladas: Quanto aos bares e baladas, você pode se surpreender ao saber que cidades cosmopolitas como Kuala Lumpur, Jacarta, Beirute, Cairo e Istambul têm algumas das cenas noturnas mais animadas. O truque é saber em quais partes da cidade é aceitável beber e dançar. No entanto, esteja ciente ao convidar um amigo ou colega muçulmano para tomar uma num bar, pode ser um tanto quanto constrangedor. E não recomendamos levar vinho ou cerveja para a casa de um muçulmano, porque nunca sabemos ao certo. Embora alguns muçulmanos liberais consumam álcool, é mais seguro partir do principio que eles não bebem.

  11. Friday-Saturday weekend: Como sexta-feira é um dia sagrado no Islã, alguns países muçulmanos têm finais de semana de sexta a sábado, com o domingo marcando o início da semana de trabalho. Mas cada país tem regras diferentes.

Nota: As atitudes culturais em relação às mulheres diferem de como os locais interpretam sua religião. Países muçulmanos do Sudeste Asiático, como Malásia e Indonésia, são muito mais liberais em comparação com os do Oriente Médio e da África.

Olhar Feminino

O conceito islâmico de ‘haya’, que se traduz em termos amplos como modéstia refere-se, sobretudo, a forma como você se comporta.

Este conceito é aplicável especialmente quando se trata de mulheres, e isso não está necessariamente relacionado à opressão, mas tem a ver em manter uma boa “imagem pública”.

Muitas vezes ouvimos falar de turistas em países islâmicos enfrentando problemas por comportamentos que seriam amplamente aceitos na maioria dos lugares do mundo ocidental. E, por conta disso, acabamos numa posição de desconfiança e confusão por viver uma situação semelhante.

compartilhe e comente:

Deixe seu comentário!